02/06/2024 às 13h25min - Atualizada em 02/06/2024 às 13h25min

Clubes de assinaturas crescem no gosto do consumidor e marcas já se preparam

Os clubes de assinaturas estão cada vez mais populares entre os consumidores

E-Commerce Brasil e PagBrasil lançam, em parceria, uma pesquisa sobre as tendências e perspectivas do mercado de clubes de assinaturas no Brasil. Reconhecendo a importância da nova modalidade de compras, o estudo revela como os e-commerces estão se preparando e já atuando nesse cenário. 

Abordando diferentes segmentos, alguns dos destaques foram: moda e acessórios (21%), alimentação e bebidas (20%), saúde e bem estar (15%), produtos para casa (11%) e beleza (6%).

Com a maioria, as organizações vendem segundo um modelo B2C (58%); na sequência aparecem o modelo B2B2C (18%), B2B (12%) e D2C (11%).

O mercado de assinaturas


 

Os clubes de assinaturas estão cada vez mais populares entre os consumidores. Porém, é interessante abordar o assunto do ponto de vista empresarial. 

Segundo o levantamento, 80% das empresas gastam a maior parte do tempo e de seus esforços com atividades para atrair novos consumidores – como criação de conteúdos, publicidade, régua de comunicação ou promoções. 

Além de atrair novos clientes, 32% das organizações declararam que seu maior tempo gasto fica por conta de trocas nas assinaturas; ou seja, trocas nos itens assinados, alteração do método de pagamento, frequência de entrega ou ainda alterações no endereço de entrega.

Com menores porcentagens, mas ainda muito expressiva, o cancelamento de assinaturas é a maior questão para 23% das instituições. Porém, de maneira positiva, a fidelização – mantero cliente fiel e não apenas por conta de descontos ou promoções – aparece como um gasto de tempo para, somente, 3% das marcas.

Visando uma melhor gerência dos clubes de assinaturas, aproximadamente 40% das empresas procuram por soluções que se integrem a plataforma de e-commerce deles. Permitir autonomia aos consumidores é outra necessidade, 32% das organizações buscam uma plataforma contratada que dê possibilidades de alteração própria aos clientes. 

Em contrapartida, 29% das marcas disseram que não mudariam nada.

Métodos de pagamento

Outro ponto indispensável para as compras no e-commerce é a maneira como os consumidores podem pagar por elas. Sendo uma necessidade de muitos, as preferências nos métodos de pagamento precisam ser consideradas pelas empresas. 

Ainda se destacando, 100% das empresas declararam que disponibilizam o cartão de crédito para pagamentos. Estando livres para selecionar mais de uma alternativa, o pix apareceu em segundo lugar com 67% das respostas. Outros métodos mapeados formam: boleto bancário (52%), cartão de débito (32%) e carteiras digitais (17%).
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://cenacultural.com/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp