24/05/2024 às 10h39min - Atualizada em 24/05/2024 às 10h39min

Temporada da peça “A Pequena Esperança”, da Cia Vitória Régia, encerra nesta sexta-feira (24)

A última sessão da obra acontece às 19h, no Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações - Sintel

 

 

A temporada de “A Pequena Esperança”, da Companhia de Teatro Vitória Régia, se despede dos palcos nesta sexta-feira (24), às 19h, no Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações - Sintel. A peça, que está em cartaz pela terceira vez, é um espetáculo que comove, emociona e busca a reflexão sobre a importância da esperança na vida humana. 

 

A obra, que estreou em abril deste ano, passou por diversos bairros, buscando, assim, descentralizar o acesso ao teatro. A trama gira em torno de um homem que, após uma tragédia familiar, se vê obrigado a buscar refúgio em um lixão. Lá, encontra um grupo de pessoas marginalizadas pela sociedade, mas que o acolhem com carinho e o ajudam a superar seus traumas. Juntos, eles decidem fundar uma república e tomar o lixão para si, criando um espaço onde todos possam viver com dignidade e respeito.

 

De acordo com  Geiberson Teixeira,  dramaturgo e diretor da peça, um destes exemplos aconteceu no bairro Colônia Antônio Aleixo, onde muitas pessoas nunca tinham assistido uma peça de teatro e ficaram impactadas com a obra. 

 

“A gente teve uma surpresa muito grande, no bairro Colônia Antônio Aleixo,  sentimos que a  receptividade do público foi diferente. Teve um caso de um garoto que estava assistindo e fez questão de cumprimentar o elenco, pessoa por pessoa.  Inclusive, ele ficou tão feliz que disse talvez estudar ou procurar fazer teatro. Logo percebemos o quanto é importante que haja acessibilidade da arte para todas as pessoas e o quanto uma história como essa impactou todo o elenco”, enfatizou Geiberson. 

 

Ele destaca ainda os processos passados por toda a equipe para que a temporada estivesse disponível ao público. Vale ressaltar que a “A Pequena Esperança” já esteve presente no Festival de Teatro da Amazônia como convidada e é ganhadora do concurso de dramaturgia do XVII Festival de Teatro da Amazônia. 

 

“Tivemos a oportunidade de ter muitos feedbacks do público, então essa temporada foi bastante produtiva, conseguimos ter o ponto de vista dos espectadores e, sem dúvida, essa temporada revelou pequenas surpresas. Na verdade, toda vez que a gente faz algum espetáculo ou alguma apresentação sempre há situações que mexem com a gente, e dessa vez não foi diferente. Estamos muito contentes com os resultados e esperamos voltar em breve, visto que o público também já nos cobrou uma próxima temporada”, finalizou o diretor. 

 

Companhia de Teatro Vitória Régia 

A Cia. Vitória Régia é um grupo de teatro com mais de 40 anos de atuação. Com um repertório focado em temas da Amazônia e do meio ambiente, a companhia já apresentou diversos espetáculos de sucesso, como "A maravilhosa história do sapo Tarô Bequê" e "Chico Mendes". O espetáculo "A pequena Esperança" marca o retorno da Cia. aos palcos, após um período de hiato, e promete ser um espetáculo marcante, além de reflexivo.

 

“A Cia. continua seu trabalho com mais de dez espetáculos em seu repertório, além de continuar a ministrar oficinas e vivências para a comunidade, acreditamos que esta é a nossa contribuição para a população, pois assim como hão as necessidades materiais da vida, existem também as necessidades do espírito; a arte é uma necessidade da alma, a arte e o teatro são necessidades universais, é para todas e todos. A arte nos ajuda a viver”, pontuou Geiberson Teixeira,  dramaturgo e diretor da peça.

 

Elenco 

O elenco talentoso de “A Pequena Esperança” conta com os artistas: Agnaldo Martins, Ana Carol Souza, Bosco das Letras, Cybele Bentes,  Emerson Nascimento, Gabriel Mota, Geiberson Teixeira, Isabela Lillo, Koia Refkalefsky, Rayssa Costa, Socorro Papoula e Tainá Andes. A direção da peça é assinada por Geiberson Teixeira. 

 

Na equipe técnica, estão Geiberson Teixeira (dramaturgia, direção e músicas), Koia Refkalefsky (figurino), Cybele Bentes (assistente de figurinos), Emanuelle Figueiredo (cenário), Sissy Mendes e Cleber Ferreira (produção),  Eber Pirangy, Herick Solano (arranjo), Ligan Montefusco (arranjo e sonoplastia), Fábio Campos (iluminação) e Alonso Júnior (fotos).


Serviço

O que é: última sessão da peça “A pequena Esperança”

Local: Sintel 

Data: 24 de maio - sexta-feira

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://cenacultural.com/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp