16/04/2024 às 14h48min - Atualizada em 16/04/2024 às 14h48min

​Presidente Figueiredo registra o maior investimento no setor de economia criativa da sua história

Investimento pode chegar a R$ 5 milhões, por meio de projetos selecionados em editais das leis de incentivo à cultura do governo federal, emendas parlamentares e convênios a ser firmados

 A prefeitura municipal de Presidente Figueiredo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Eventos (Semculte), fará em 2024, um volume de investimentos recorde na área da economia criativa. Somando os recursos captados por meio de projetos selecionados em editais das leis de incentivo à cultura do governo federal, estadual e municipal, emendas parlamentares e convênios, o montante ficará próximo dos R$ 5 milhões.
Somente do governo federal, o município vai receber para investir em cultura e eventos, mais de   R$ 1,5 milhão, por meio dos projetos selecionados nos editais da Leis Paulo Gustavo (Lei Complementar nº 195/22) e a Política Nacional Aldir Blanc, de fomento à cultura. Os dados podem ser acessados por qualquer cidadão no painel do Ministério da Cultura (MinC), no endereço eletrônico www.gov.br/cultura/pt-br/assuntos/pnab/painel-de-dados.
Os recursos que virão de emendas parlamentares, direcionadas por deputados federais e estaduais e vereadores do município, além de convênios já firmados pela prefeita com o governo estadual e entidades públicas e privadas poderão ultrapassar os R$ 3,5  milhões, totalizando então algo próximo de R$ 5 milhões ao longo do ano, que serão aplicados em projetos e ações de economia criativa e eventos culturais.
“A busca por incentivos, projetos e programas para estimular produção artístico-cultural e fomentar o setor da economia criativa, é uma das prioridades da gestão municipal, por meio do trabalho técnico e de suporte dado por meio das secretarias municipais de Cultura e Eventos (Semculte), Articulação Política  e o setor de Gestão de Convênios, da Secretaria Municipal de Planejamento (Semplaf. Graças vontade política e o trabalho incansável foi possível captar recursos em nível federal, estadual e municipal”, afirma Marden dos Santos, titular da Semplaf.
O secretário cita o Mais Cultura, programa que valoriza e gera renda para artistas locais – da música, arte cênica, dança, folclore, entre outros segmentos – que por meio de chamada pública vai investir 62% ao longo desse ano. Uma ação que tem tido um efeito positivo de grande alcance no comercio local, porque atrai mais consumidores e amplia a contratação de mão de obra e, consequentemente, movimenta a economia, gerando emprego e renda e incentivando o micro empreendedor local.
“E sabemos que este cuidado vai continuar, porque precisamos manter o nosso município ativo, e criando uma identidade cultural, capaz de ofertar uma gama de atividades a todos os públicos”, destaca.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://cenacultural.com/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp