31/10/2023 às 08h24min - Atualizada em 31/10/2023 às 08h24min

‘Dois Irmãos’ concorre em 4 categorias de prêmio nacional de Teatro

Prêmio Cenym reconhece os talentos do teatro brasileiro

Divulgação

Após o sucesso em Manaus, o espetáculo ‘Dois Irmãos’ concorre em quatro categorias do Prêmio Cenym de Teatro Nacional 2023. Inspirada na obra de Milton Hatoum, a peça amazonense leva a assinatura da Menina Miúda Produções Artísticas.

Foto: Hamyle Nobre/Menina Miúda Produções Artísticas

No Prêmio Cenym 2023, o espetáculo concorre nas categorias:

Melhor Atriz Coadjuvante,

Melhor Cenário,

Melhor Direção de Arte e

Melhor Cartaz e Programação Visual.

O diretor do espetáculo, Cairo Vasconcelos, celebra as indicações. “É um reconhecimento para toda a equipe que trabalhou incansavelmente no espetáculo ‘Dois Irmãos’. É uma prova do talento e dedicação de todos os envolvidos. Agora, é aguardar a premiação”, disse.

Indicada na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante, a atriz amazonense Acácia Mié concorre com nomes como Beth Goulart e Olívia Araújo. Na peça ‘Dois Irmãos’, ela interpreta ‘Domingas’, a empregada da casa e mãe de Nael, o narrador-personagem interpretado pelo ator Gabriel Mota.

O cenógrafo Juca Di Souza concorre nas categorias de Melhor Cenário e Melhor Direção de Arte. Atriz e designer, Thaís Vasconcelos concorre na categoria de Melhor Cartaz e Programação Visual.

A jornalista Edilene Mafra assina a comunicação estratégica da primeira temporada do espetáculo.

Sinopse

Ambientado na Manaus do século XX, o espetáculo ‘Dois Irmãos’ é inspirado no romance homônimo — de mesmo nome — ‘Dois Irmãos’. Na obra, o escritor amazonense Milton Hatoum retrata os conflitos de uma família.

No centro do romance, estão os gêmeos Yaqub e Omar, que têm uma relação marcada por tensão e rivalidade.

Temporadas

Criado e encenado por amazonenses, o espetáculo apresentou duas temporadas em Manaus, uma em maio e outra em agosto deste ano.

No elenco da primeira temporada estiveram Amanda Magaiver (Zana); Brenda Amora (Rania); Acácia Mie? (Domingas); Junior Victorino (Omar); Beto Monteiro (Yaqub); Wilson do Carmo (Halim) e Gabriel Mota (Nael). Na segunda temporada, Pabi Xavier passou a interpretar Rania.

Cairo Vasconcelos assina a direção geral do espetáculo. A produção e preparação corporal é de Emília Pontes.

Dione Maciel assinou o figurino. Viktor Judah foi o produtor musical. A iluminação é de Marcio Braz. A maquiagem e visagismo são de Eugenio Lima.

Cairo Vasconcelos adiantou que a Menina Miúda Produções Artísticas planeja uma terceira temporada da peça. “Nossa intenção é proporcionar ao público mais oportunidade de se emocionar com a história do espetáculo. Em breve, vamos compartilhar mais detalhes”, afirmou.

O romance de Milton Hatoum já foi adaptado para TV, em minissérie da Globo; em espetáculo teatral, por profissionais de São Paulo; e em HQ (História em Quadrinhos), pelos quadrinistas paulistanos Fábio Moon e Gabriel Bá.

Foi a primeira vez que o romance ganhou uma peça teatral criada e produzida por amazonenses. A montagem foi possível após o projeto ser contemplado no Prêmio Funarte de Estímulo ao Teatro 2022. As apresentações em Manaus contaram com o apoio da Secretaria de Estado e Economia Criativa do Amazonas (SEC-AM) e da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://cenacultural.com/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp